COMPARTILHAR

Cada vez mais entidades, ativistas, personalidades políticas e organizações estão prestando solidariedade e exigem a libertação imediata do argentino Sebastián Romero.

Por: CSP Conlutas

Confira a Moção de Solidariedade a Sebastián Romero – Atualizada em 15.06

A CSP-Conlutas e seus sindicatos, entidades e movimentos se somam ao PSTU Argentino e à família do militante na exigência da imediata libertação e conclamam que se manifestem em solidariedade à liberdade de Sebastián todas as organizações democráticas e dos trabalhadores.

Para a campanha de libertação do companheiro é fundamental neste momento a divulgação nas redes dos movimentos sociais e o envio de moções. Participe também da campanha #SebastianRomero!

Envie pronunciamentos para o e-mail: libertadasebastianromero@gmail.com

Saiba mais

O metalúrgico da GM de Rosario e militante do PSTU foi preso no Uruguai no último dia 30.  Ele está sob custódia da polícia uruguaia e da Interpol, devido ao mandado de prisão contra ele. O pedido de libertação imediata e/ou prisão domiciliar foi negado, sendo determinada a sua transferência para uma prisão que fica a cerca de 50 km de Montevidéu.

Em decorrência da pandemia, está mais difícil o acesso de companheiros da Argentina a Montevidéu. Contudo, ativistas uruguaios estão prestando apoio e já há um advogado disponível encaminhando o caso.

A acusação contra Sebastián é sua participação no dia 18 de dezembro de 2017 numa manifestação com milhares de argentinos em frente ao Congresso que foi duramente reprimida pela polícia. O saldo daquele dia foram dezenas de feridos, muitos perderam a visão, em uma situação completamente fora de controle, como toda a imprensa nacional expressou.

Apesar de os trabalhadores argentinos terem sido alvo de uma brutal repressão, com balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo, a polícia e a grande mídia maldosamente fizeram uma campanha de criminalização da mobilização, acusando-os de usar “armas caseiras de guerra” (paus, pedras e fogos de artifício). Tudo para aprovar a nefasta reforma que atacou a aposentadoria dos trabalhadores, a mando do FMI (Fundo Monetário Internacional).

Sebastián foi usado pelo governo de Mauricio Macri, e sua ministra de Segurança, Patricia Bullrich, para desmoralizar a mobilização popular contra o ajuste e desde então é perseguido, com mandado de prisão e até oferta de recompensa. Por isso, há mais de dois anos, Sebastián não pode ver sua família, nem amigos e amigas, nem seus companheiros e companheiras de militância do PSTU Argentino, tendo sido obrigado a se exilar.

Como parte da perseguição, seu companheiro de partido, Daniel Ruiz, chegou a ser preso injustamente por 13 meses na Penitenciária de Máxima Segurança de Marcos Paz.

É preciso fortalecer campanha

A prisão de Sebastián o torna um preso político, o que é inadmissível numa sociedade que se pretende democrática.

O governo uruguaio, presidido por Luis Lacalle Pou, deve enviar Sebastián de volta a seu país e permitir a ele comunicação imediata com sua família.

Leia também:  Brasil| Trabalho doméstico, racismo e pandemia: a morte do menino Miguel

Na Argentina, deve ser solto imediatamente pelo governo de Alberto Fernandez e pela justiça do país.

Participe também da campanha #SebastianRomero!

A íntegra da moção:

Liberdade imediata para Sebastián Romero!

Na manhã de sábado (30/5), nosso companheiro Sebástián Romero foi detido na República Oriental do Uruguai. Sebástián é um perseguido político desde 18 de dezembro de 2017 por ter participado junto com milhares de trabalhadores da mobilização contra a odiada reforma previdenciária na Argentina.

O então governo de Mauricio Macri e sua ministra da Segurança, Patricia Bullrich, tentaram demonizar na figura de Sebastián a legítima mobilização popular contra o ajuste. Apenas por se mobilizar para defender os aposentados, Sebastián não vê sua família há 29 meses, nem seus amigos, nem seus colegas da General Motors e da militância do PSTU. Pelo mesmo motivo, seu parceiro Daniel Ruiz foi detido injustamente por 13 meses na prisão de segurança máxima de Marcos Paz.

Hoje Sebastián é um prisioneiro político, inadmissível em uma sociedade que se diz democrática. O governo do Uruguai, presidido por Luis Lacalle Pou, deve enviar imediatamente Sebastián ao seu país e permitir uma comunicação imediata com sua família, e na Argentina deve ser imediatamente libertado pelo governo de Alberto Fernandez e pelos tribunais do país.

 

A Central Sindical e Popular CSP-Conlutas e os Sindicatos, Movimentos, Entidades e Personalidades do mundo político, jurídico e cultural abaixo assinados se somam na exigência da imediata libertação e conclama que todas as organizações democráticas e dos trabalhadores se manifestem em solidariedade à liberdade de Sebastián.

– Lutar não é crime!

– Pela imediata libertação de Sebastian Romero!

Assinam:

CSP-CONLUTAS – CENTRAL SINDICAL E POPULAR

SINDICATO DOS METALURGICOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS E REGIÃO/SP

SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DOS TRAB. NA EMPRESA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DO VALE DO PARAIBA/SP

SINDICATO DOS TRABALHADORES DA IND. DA CONSTRUÇÃO CIVIL DA REG. METROP. DE FORTALEZA

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTE RODOVIÁRIO DO CEARÁ

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JUAZEIRO DO NORTE/CE

SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO FEMININA DE FORTALEZA/CE

SINDICATO DOS ODONTOLOGISTAS DO ESTADO DO CEARÁ

SINDICATO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL DO ESTADO DE MATO GROSSO

SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE NOVA IGUAÇU/RJ

SINDICATO DOS TRAB. NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE LIMOEIRO DO NORTE-CE

SINDICATO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL EM ALAGOAS

SINDICATO DOS TRAB NAS EMPRESAS DE TRANSP. RODOV DE PASSAG. INTERMUN. EST. CE

SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MPU NO MARANHAO

Leia também:  Campanha Fora Bolsonaro aponta calendário de lutas e nova jornada de mobilizações no dia 7 de agosto

SINDICATO DOS TRAB. NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIARIO DE BELEM-PA

SINDICATO SERVIDORES DA SAÚDE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

SINDICATO MUNICIPAL DOS PROFISSIONAIS DE ENSINO DA REDE OFICIAL DO RECIFE/PE

SINDICATO DOS TRAB. DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL/RJ

SINDICATO DOS MUNICIPÁRIOS DE STA BARBARA DO SUL/RS

SINDICATO DOS TRAB. EM PROCESSAMENTO DE DADOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE PASSO FUNDO/RS

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE SANTA CRUZ DO SUL

SINDICATO DOS TRAB. NAS IND. DE CIMENTO, CAL, GESSO E CERÂMICA DO MUNIC. DE ARACAJÚ/SE

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS DO ESTADO DE GOIÁS

SINDICATO DOS EMPREGADOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSOS DE MINAS/MG

SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICOS MUNICIPAIS DE FORTALEZA DE MINAS/MG

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SERVIÇOS DE SAÚDE DE FORMIGA/MG

SINDICATO DOS PETROLEIROS DE SERGIPE E ALAGOAS

FEDERAÇÃO SINDICAL E DEMOC. DOS TRAB. NAS IND. METALÚRGICAS DE MINAS GERAIS

SINDICATO DOS CERAMISTAS DE MONTE CARMELO/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE PIRAPORA/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE ITAJUBÁ E REGIÃO/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE OURO PRETO/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE ITAÚNA/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE DIVINÓPOLIS/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE TRÊS MARIAS/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE GOVERNADOR VALADARES/MG

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE VÁRZEA DA PALMA/MG

SIND. PROF ENFERM E EMPREG EM HOSP, C. DE SAÚDE, DUCH. E MASSAG. DE DIVINÓPOLIS/MG

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE DE BH E REGIÃO/MG

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE DE ITAJUBÁ E REGIÃO/MG

SINDICATO METABASE DOS INCONFIDENTES/MG

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DE DIVINÓPOLIS/MG

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE MONTE CARMELO/MG

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE BETIM/MG

SINDICATO DOS TRAB EMPRESAS DE ASSESSOR, PESQ, PERÍCIAS E INFORM. – SINTAPPI-MG

SINDICATO DOS TRAB; EM EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE/MG

SINDICATO DOS TRABALHADORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JACAREÍ/SP

SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CÍVIL E DO MOBILIÁRIO/RR

SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE ALAGOINHAS/BA

SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO/PA, AM, MA, AP

SINDICATO DOS TRABALHADORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL/BA

FEDERACAO DEMOCRATICA DOS AGRICULTORES FAMILIARES E EMPREENDEDORES RURAIS/PE

FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS RURAIS/PE

SINDICATO INTERMUNICIPAL AGENTES COMUM. SAÚDE COMBATE ÀS ENDEMIAS DA REG MATO GRANDE/RN

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE ARARIPINA/PE

SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICOS FEDERAIS EM TRABALHO, SAUDE, PREVIDÊNCIA/PR

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CAPELA/SE

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE S.J.RIO PRETO/SP

ADMAP – ASSOCIAÇÃO DEMOCRÁTICA DOS APOSENTADOS E PENS. DO VALE DO PARAÍBA/SP

ANEL – ASSEMBLEIA NACIONAL DE ESTUDANTES – LIVRE

MOVIMENTO LUTA POPULAR

Leia também:  Brasil| Reabertura: Governos mandam o povo para o abatedouro

MOVIMENTO NACIONAL QUILOMBO RAÇA E CLASSE

MOVIMENTO RESISTÊNCIA POPULAR/DF

SINTUFF

SINTSEP-PA

UNIDOS PRA LUTAR

SINTEPP BELÉM

SINDSAUDE BAIÃO

COLETIVO FEMINISTA MARIELLE VIVE

SINTAB – Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema

FONASEFE

ANDES-SN

FASUBRA

FENASPS

ASFOC-SN

CONDSEF

SINASEFE

SINAIT

SINDIRECEITA

SINAL

FENAJUFE

SINDIFISCO-NACIONAL

ASSIBGE-SN

Direção Nacional do PSOL – Partido Socialismo e Liberdade – Israel Dutra

Deputada Federal PSOL – Fernanda Melchionna

Deputada Federal PSOL – Sâmia Bomfim

Cid Benjamin – Periodista y escritor, vice-presidente de la Associação Brasileira de Imprensa (ABI)

Sindprevs/SC – Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência do Serv Público Federal em SC

Sindicato dos Metalúrgicos de Bocaiúva

Sindicato dos servidores municipais de Santa Bárbara, Barão de Cocais e Catas Altas

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes, Deriv e Congêneres no Estado de Minas Gerais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas de Jornais e Revistas no Estado de Minas Gerais

Movimento Luta Pela Urbanização do Bairro Santa Edwiges em Itaúna

Sindicato Metabase Itabira

Sindicato Metabase Inconfidentes

Sindicato do Trabalhadores Têxteis de São João Del Rey

Sindicato dos trabalhadores metalúrgicos e em oficinas mecânicas e mat. elétrico de São João Del Rey

SindUTE – Subsede São João Del Rey

SindUTE – Subsede Juiz de Fora

MRS – Movimento Revolucionário Socialista

AMA A ABC – Ass dos Metalúrgicos Anistiados e Anistiandos do ABC

Marcelo Freixo – Deputado Federal PSOL-RJ

João Batista Babá – Vereador – PSOL – RJ

Renato Cinco – Vereador – PSOL – RJ

Cyro Garcia ex deputado federal e presidente do PSTU RJ

Ernesto Gradella ex deputado federal PSTU SP

Roberto Robaina – vereador PSOL Porto Alegre RS

Luciana Genro – deputada estadual PSOL RS

Mônica Seixas – deputada estadual PSOL-SP

Vicente Paulo da Silva (Vicentinho) – deputado federal PT SP

Associação dos trabalhadores Vitimados pela Volkswagen- Heinrich Plagge

Associação dos Metalúrgicos Aposentados Do ABC AMA

Sindjufe-BA

SITRAMPA – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palhoça

SINASEFE-SC

SINTE- JOINVILLE/SC

SINTRASEM – Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis

APEOESP -Sindicato dos professores da rede estadual de ensino de São Paulo – Brasil

Afrânio Boppré – vereador PSOL – Florianópolis/SC

Maria Aparecida dos Santos (Dra Cida) – advogada trabalhista – Chapecó/SC