Roger Waters, ex-integrante da banda britânica Pink Floyd, enviou na manhã desta segunda-feira, uma nova carta em que pede para Caetano Veloso e Gilberto Gil cancelarem o show que farão em Tel Aviv, em Israel, no dia 28 de julho.

Na sua resposta ao pedido da primeira carta para a dupla baiana no início do mês de maio, Caetano Veloso primeiro falou: “Eu quero dizer a todos que dizem ‘Israel, não’: Palestina, sim. ‘Israel, não’ é empobrecedor”, durante seu show na Virada Cultural de São Paulo, no dia 21 de junho.

Depois, escreveu: “Eu preciso lhe dizer como meu coração é fortemente contra a posição de direita arrogante do governo israelense. Eu odeio a política de ocupação, as decisões desumanas que Israel tomou naquilo que Netanyahu nos diz ser sua autodefesa. E acho que a maioria dos israelenses que se interessam por nossa música tende a reagir de forma similar à política de seu país”, afirmou.

Waters escreveu agora: “Obrigado por tomar seu tempo para responder à minha carta. Diálogo é realmente importante. Eu vou responder aos pontos que você levantou. Temo que você possa estar vendo a política israelense com lentes cor-de-rosa. O fato é que, por muitas décadas, desde a nakba (catástrofe, expropriação do povo palestino) em 1948, as políticas coloniais e racistas de Israel têm devastado a vida de milhões de palestinos”.