COMPARTILHAR

1- Houve uma tentativa de golpe na Venezuela, com Guaidó aliado de Trump, Bolsonaro, Duque e cia. tentando tomar uma base aérea com apoio de um setor dos militares, e chamando ao apoio das massas venezuelanas.

2- A ditadura de Maduro é odiada pelas massas venezuelanas em função do desastre a que esse regime burguês e corrupto conduziu o país. Não existe nada de progressivo em Maduro. É uma ditadura comandada pela boliburguesia (grande burguesia surgida a sombra do regime chavista), que só se mantem pela dura repressão contra as massas. A fome, a miséria e os elementos de barbárie existentes na Venezuela são resultados dos vinte anos de chavismo. Isso nada tem a ver com o socialismo, é um capitalismo decadente como nos outros países do planeta.

3- A tentativa de golpe se deu porque o imperialismo decidiu depor Maduro. Não por ele ter uma postura anti-imperialista. As multinacionais exploram o petróleo venezuelano em parceria com o estado venezuelano, exatamente como no Brasil. Trump decidiu depor Maduro para evitar que a Venezuela exploda em um novo caracazo contra o governo sem controle de ninguém.

Mais uma vez, se revelou a tática imperialista: dividir as FFAA venezuelanas para depor Maduro, e Guaidó assumir, mantendo o controle da burguesia e dos militares.

Não existe nada de progressivo no golpe de Guaidó. Um golpe militar pró imperialista não resolveria os problemas econômicos das massas causados pelo capitalismo, nem tampouco garantiria liberdades democráticas para a Venezuela. Não por acaso, Guaidó sempre busca aliança com um setor militar. Não por acaso é um agente de Trump, apoiador de todo tipo de ditadura no mundo.

Repudiamos a tentativa de golpe de Guaido, representante do imperialismo e da direita latino-americana.

Leia também:  Por um 1º de maio classista de luta contra todos os governos e seus agentes!

4- Um setor das massas, se aproveitando da divisão entre os militares buscou se enfrentar direta e heroicamente contra a repressão ao redor da base aérea Carlota. Vai ficar para a história venezuelana a criminosa cena do blindado das tropas de Maduro passando por cima de manifestantes desarmados. A ditadura afogou em sangue o início de uma rebelião.

Nós queremos que sejam as massas venezuelanas a derrubar Maduro, e não um golpe militar pró imperialista. Não apoiamos para nada essa tentativa de golpe de Guaidó, amparado por Trump, Duque, Bolsonaro e Piñera. Mas apoiamos as massas em suas lutas contra Maduro. Estaríamos juntos com os trabalhadores lutando juntos contra a repressão.

5- O golpe de Guaidó, aparentemente foi derrotado, apesar de que existem possibilidades de que esse processo não tenha terminado. Guaidó fugiu, Leopoldo Lopes se escondeu em uma embaixada, de maneira covarde. Quem tentou enfrentar a repressão foram as massas, não esses filhotes de Trump e Bolsonaro.

As massas venezuelanas não foram vitoriosas. Quem ganhou mais uma vez foi a ditadura odiada de Maduro. E vai recair sobre o povo a repressão de Maduro, não sobre a oposição burguesa pró imperialista.

6- É preciso seguir lutando contra Maduro e construir uma direção independente dos trabalhadores, independente da ditadura de Maduro, independente da opção imperialista de Guaidó e cia.

Em todo o mundo, vamos lutar contra a “esquerda” reformista que vai saudar a “vitória” de Maduro. Ontem não foram as massas que derrotaram o golpe imperialista como em 2002. Foi a ditadura assassina de Maduro. Os trabalhadores e o povo venezuelano não saíram dessa vez a defender quem consideram seu governo. Pelo contrário, tentaram aproveitar para combater a ditadura assassina de Maduro.  Essa “esquerda” reformista agora carrega mais uma mancha de sangue, com a imagem do blindado atropelando manifestantes desarmados.

Leia também:  Ante as próximas eleições europeias

6- Fora Maduro! Abaixo a repressão assassina da ditadura!

Nenhum apoio a Guaidó, Trump, Bolsonaro e Duque. Fora as mãos do imperialismo de Venezuela!

Por eleições gerais livres!

Pelo direito a comer do povo venezuelano! Expropriação das redes de produção e comercio de alimentos! Congelamento dos preços!

Contra o capitalismo decadente na Venezuela! Em defesa do verdadeiro socialismo dos trabalhadores!

Por um governo dos trabalhadores que exproprie as multinacionais e a boliburguesia!