sex maio 24, 2024
sexta-feira, maio 24, 2024

A 25 anos da morte de Nahuel Moreno

Em 25 de janeiro de 2012 fez 25 anos da morte de Nahuel Moreno, fundador da LIT-QI (Liga Internacional dos Trabalhadores – Quarta Internacional). Para render-lhe homenagem, nosso site publica diversos textos, a maioria dos quais foram publicados na edição especial que a revista Marxismo Vivo dedicou, em 2007, pelos 20 anos de seu falecimento.
 
Dessa edição publicamos A 20 anos da morte de Nahuel Moreno, algumas reflexões sobre o morenismo. Este é um artigo escrito por Martín Hernández, onde o autor defende a validade conceitual e política de falar da existência de uma “corrente morenista” dentro do trotskismo. Por sua vez, o texto Um militante pela classe operária, o socialismo e o internacionalismo, escrito por Alejandro Iturbe, foi publicado em 2010 nesta página. Recorda o ato e a caravana que acompanhou os restos de Moreno ao cemitério da Chacarita (Buenos Aires), e traça um perfil do dirigente.
 
Da citada edição da revista Marxismo Vivo publicamos também a cronologia que localiza os principais fatos pessoais e políticos da vida de Moreno, no marco dos processos políticos e da luta de classes mais destacados do século XX. E, do próprio Moreno, escolheram-se dois textos. O primeiro é a transcrição de uma intervenção sua no Congresso da LIT-QI de 1985, à que se deu o título de “Por que IV Internacional?”, no qual ele explica porque defender esse “número” para nossa organização. O segundo são os parágrafos finais do livro O Partido e a Revolução, publicados na revista com o título “A construção de um partido revolucionário mundial é a maior tarefa a que um ser humano já se propôs”.
 
Precisamente, relacionado com esta última afirmação, queremos localizar esta homenagem a Nahuel Moreno como o início da campanha que realizaremos ao longo de todo ano de 2012, dedicada aos 30 anos da fundação da LIT-QI, realizada em Bogotá, Colômbia, em 1982. Ao fazê-lo, cremos ser fiéis às concepções de nosso fundador quem desde 1948 dedicou, segundo suas palavras, os principais esforços em construir uma organização revolucionária internacional, princípio que nos últimos anos de sua vida se expressou na fundação e construção da LIT-QI.

Confira nossos outros conteúdos

Artigos mais populares