COMPARTILHAR

Queridos companheiros e companheiras

Concluímos as eleições e, assim, fechamos um longo ciclo eleitoral. Agora a vida continua e a luta continua. Teremos esses dias para analisar em detalhes todos os resultados e o cenário político que se abre.

Por: Corriente Roja

Certamente essa reflexão também será feita em conjunto. Não é nossa intenção entrar nisso nesta nota. A intenção é mais simples, é parabenizar, parabenizar a todos e todas e agradecer pelo trabalho realizado.

Sabíamos muito bem quando decidimos nos apresentar às eleições que estávamos fazendo isso com uma lei antidemocrática, com regras manipuladas onde se retira de foco tudo o que não seja os partidos do regime ou as opções burguesas. E sabíamos que não tínhamos os meios econômicos para competir neste jogo complicado, mas apesar de tudo apostamos nas candidaturas por três razões. A primeira era assegurar que o longo e tedioso ciclo eleitoral não apagasse as lutas operárias e populares. A segunda, sistematizar e defender um programa de medidas operárias, democráticas e anticapitalistas que dessem respostas às necessidades mais básicas da classe operária e da juventude que de uma forma ou de outra vem se expressando em diferentes lutas. E a terceira, continuar avançando na construção de uma ferramenta, uma organização revolucionária.

As candidatas e candidatos que formaram esta lista, as lutas que representam, o programa operário, de classe, democrático e revolucionário que construímos coletivamente e defendemos de maneira simples e compreensível, a campanha sustentada sem outros meios, além do nosso esforço e disposição, em nossa opinião, mais do que cumpre os nossos objetivos e dá um grande mérito ao que foi alcançado.

É evidente que queríamos ter muitos mais votos e obter representação, não desprezamos isso, mas os balanços não são feitas pelos desejos, mas pelos objetivos e resultados estabelecidos, em todos os terrenos, que nos propusemos.

Leia também:  27S | Jornada Mundial contra a Mudança Climática. Sobram razões para apoiar esta luta

Foi uma honra e um prazer para nós compartilhar com todos esta luta e esta candidatura: Damos, de coração, um milhão de agradecimentos a todas as companheiras e companheiros que nos ajudaram a obter as exigências, para formar a lista, para impulsionar através de festas como a de Rivas (fundamental para conseguir recursos econômicos) a distribuir materiais, a fazer dípticos, gravar vídeos, levar gente aos atos, fiscalizar os locais de votação no dia 26 nos bairros e povoados … a todos e todas um milhão de obrigado! E a esses e essas 9.812 VALENTES NOSSA GRATIDÃO. Para nós, cada um desses votos é um enorme apoio e mais uma razão para continuar a luta.

Continuaremos nos vendo na rua, no sindicato e na luta, mas queremos convidá-los para algo mais. Corriente Roja não nasceu acreditando e nem hoje acreditamos que somos “o Partido revolucionário da classe operária”. Mas estamos convencidos de que este Partido deve ser construído, é uma necessidade e não brotará do solo ou será construído por geração espontânea, devemos trabalhar conscientemente para colocá-lo de pé. É por isso o nosso esforço para agrupar forças para construí-lo e fazê-lo com os melhores lutadores e lutadoras da classe operária e da juventude. E para essa tarefa nós os convidamos a construir juntos a Corriente Roja.

Nosso desejo é fazê-lo com todos e todas aqueles/as que fizeram parte dessa luta. Mas dizemos, decida o que decida, parabéns, um grande abraço e um milhão de agradecimentos.

28 de maio de 2019