Nós do Partido Socialista dos Trabalhadores rechaçamos fortemente a interferência ianque na Venezuela. Consideramos que deve ser o povo venezuelano com a classe operária na cabeça, que deve cobrar todas as contas do governo de Maduro e derrubá-lo para estabelecer um governo dos trabalhadores.

Por: PST-Honduras

Condenamos qualquer intervenção militar pelo imperialismo gringo em solo venezuelano, assim como denunciamos o caráter servil e lacaio dos governos latino-americanos que se prestam ao jogo de Trump, especialmente o governo colombiano e brasileiro, que não hesitaram em emprestar seu território para  cercar as fronteiras com a Venezuela. E também as organizações internacionais como a OEA, ONU e UE por ocultar todas as manobras emanadas da Casa Branca e manter silêncio em face de uma possível intervenção militar.

Da mesma forma, rechaçamos a posição do governo de Juan Orlando Hernández (JOH) que sem hesitação e sem nenhuma vergonha reconheceu o autoproclamado “presidente” Juan Guaidó, como um sinal de sua subserviência ao imperialismo norte-americano e um retorno do favor retorno por apoiá-lo em seu governo ilegítimo. E em seu jogo, expulsou do país o chanceler venezuelano Filinto Duran e reconheceu o novo embaixador nomeado pelo Guaidó e com o apoio do Departamento de Estado.

Fazemos um chamado a todas as organizações que estejam alertas e rejeitem qualquer intervenção contra o povo venezuelano que, no final das contas, vai ser aquele que acabará envolvido em um banho de sangue.

Fora gringos da Venezuela gringos!

Fora Maduro! Fora Guaidó!

Toda nossa solidariedade com o povo venezuelano!

tradução: Lena Souza