Hoje (18/06), a Justiça uruguaia ordenou a extradição de nosso companheiro Sebastián Romero, perseguido e preso político do governo de Mauricio Macri.

Por: PSTU Argentina

Sebastián está atualmente detido na prisão de Libertad, localizada a 40 km da cidade de Montevidéu.

Nosso companheiro é perseguido desde 18 de dezembro de 2017 pelo fato de ter participado da massiva mobilização contra a Reforma da Previdência impulsionada pelo Macrismo, que a partir daquele momento lançou uma caçada ao nosso partido, chegando a oferecer 1 milhão pesos para quem tivesse informações sobre Sebastián.

Como parte dessa perseguição, Daniel Ruiz foi detido por 13 meses pelo simples fato de fazer parte da mesma organização e também de ter participado da mobilização.

O PSTU exige do governo nacional a extradição imediata de nosso companheiro, seguida por sua libertação imediata.

Chamamos a todas as organizações de direitos humanos, sindicais, políticas e sociais para que se juntem ao dia nacional e internacional pela liberdade de Sebastián Romero no dia em que ele chegar na Argentina.

PSTU-Argentina

18/06/2019