Nessa segunda-feira (17), a CSP-Conlutas organizou ato em frente ao Consulado da Argentina em São Paulo, na Avenida Paulista, que contou com cerca de 80 pessoas em apoio ao ativista argentino Daniel Ruiz, detido arbitrariamente pela polícia repressiva de Macri no último dia 12, na Argentina.

Por: CSP Conlutas – Brasil

Como prosseguimento da campanha contra a criminalização praticada pelo governo argentino, na manhã dessa terça (18) os dirigentes da CSP-Conlutas Paulo Barela, membro da Secretaria Executiva, Geraldinho Rodrigues, dos Correios, e Altino Prazeres, pela estadual da Central, protocolaram documento com assinatura de dezenas de entidades sindicais e do movimento popular em exigência pela libertação do ativista.

Os dirigentes sindicais relataram que ao fazer registro fotográfico e em vídeo dessa visita, foram ameaçados pela segurança do consulado argentino. “Um funcionário disse que chamaria a segurança para nos prender por conta das filmagens e fotos que, segundo ele, não são permitidos”, detalhou Paulo Barela.

Confira o registro da visita desta terça (18): http://cspconlutas.org.br/wp-content/uploads/2018/09/v%C3%ADdeo-daniel-ruiz.mp4?_=1

Não bastasse prender arbitrariamente nosso camarada na Argentina, os funcionários do Consulado seguem a cartilha de Macri e ainda ameaçam outros lutadores no Brasil que exigem, legitimamente, a libertação de Daniel Ruiz.

Neste momento, toda a solidariedade internacional é fundamental!

Artigo originalmente publicado em:http://cspconlutas.org.br/2018/09/csp-conlutas-protocola-exigencia-de-liberdade-ao-ativista-argentino-daniel-ruiz/