qui fev 22, 2024
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

“Natalia Shubenko: Um grito contra a violência contra as mulheres em tempos de guerra.”

O Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher é comemorado no dia 25 de novembro, em homenagem às irmãs Mirabal, assassinadas neste dia em 1960, por ordem de Rafael Leónidas Trujillo, ditador da República Dominicana. Neste 25N também saímos às ruas em apoio a todas aquelas mulheres que, na sua luta diária contra a opressão e exploração que sofrem, enfrentam ditaduras sangrentas, ou fazem parte da resistência nas lutas de libertação nacional do seu povo. É o caso das mulheres da resistência operária ucraniana; heroínas anônimas que, nas trincheiras ou na retaguarda, enfrentam há 21 meses a invasão genocida de Putin e as medidas antioperárias de Zelensky, que ameaçam a vitória. Abaixo reproduzimos as palavras de Natalia Shubenko, membro do Sindicato Independente dos Mineiros da Ucrânia em Krivoy Rog, que denuncia a ausência de medidas suficientes para enfrentar a violência cotidiana que as mulheres ucranianas sofrem em meio ao conflito bélico e deixa nítido que o triunfo da luta por uma Ucrânia livre, independente e soberana será obra da sua classe operária ou não será

Confira nossos outros conteúdos

Artigos mais populares