ter set 27, 2022
terça-feira, setembro 27, 2022

Fórum de Davos: A hipocrisia dos capitalistas

Fórum Econômico de Davos, é uma organização não governamental internacional que se reúne anualmente em Davos (Suíça) desde 1971. Os principais líderes empresariais, líderes políticos internacionais, bem como jornalistas e intelectuais selecionados, se reúnem para analisar as questões mais urgentes que o mundo enfrenta. Entre eles, a economia, a saúde e o meio ambiente. A crème de la crème do capitalismo mundial, as elites mais ricas e poderosas.

Por: PSTU Argentina

Este ano, cerca de 2.500 pessoas se reuniram em maio, sem a presença de autoridades argentinas do governo Fernández e com a ajuda de alguns empresários como Marcos Bulgheroni da  PAE (Pan América Energy) e Eduardo Elsztain do IRSA (Investimentos e Representações S.A.). Eles trataram de situações ambientais e da economia após a pandemia de Covid-19. Mas a questão principal foram as consequências da guerra russo-ucraniana e da crise alimentar, uma vez que não se pode contar mundialmente com a produção de cereais que é exportada pelo Mar Negro.

Após cinco dias de debate, não houve uma resposta concreta à crise alimentar. A chefe do FMI, Kristalina Georgieva, alertou para uma recessão incipiente que começou e se aprofundaria, com a inflação subindo em grande parte do planeta, alimentada pelo aumento dos preços dos combustíveis, dos alimentos e da crise de energia. “A ansiedade em torno do acesso a alimentos a um preço razoável em todo o mundo está chegando ao teto”, destacou a líder da organização político-usurária.

De fato, a direção do capitalismo mundial, privilegiando seus interesses de classe e de burguesias focados em disputas sobre sua acumulação de lucros, nada fará para mitigar a calamidade da fome e da desnutrição que se espalha como o pior vírus pelo planeta.

Confira nossos outros conteúdos

Artigos mais populares