No último domingo dia 10 de janeiro, concluiu-se o Segundo Congresso do Partido da Alternativa Comunista (PdAC). Muitos delegados, com maioria de jovens quadros ativos nas lutas operárias e estudantis, participaram dos trabalhos do congresso. Estiveram presentes, também, várias delegações européias da Liga Internacional dos Trabalhadores – Quarta Internacional (LIT-QI, da qual o PdAC é a seção italiana) : a seção espanhola (PRT-IR); a seção portuguesa (FER/Ruptura); a seção belga (LCT); a seção inglesa (ISL) e um camarada da Suécia. Representando o Secretariado Internacional da LIT-QI interveio o camarada Alejandro Iturbe.


 


Também estiveram presentes convidados das muitas lutas realizadas em nosso país, que trouxeram a saudação de suas organizações: as coordenações dos trabalhadores imigrantes, organizações de docentes precarizados, ativistas e dirigentes do sindicalismo combativo e protagonistas das lutas operárias.


 


O resultado do congresso permite esperar que 2010 possa ser como escreveu Alessandra Longo, em um simpático artigo do jornal La Repubblica dedicado ao Congresso do PdAC, “O ano dos revolucionários”.


 


Nos próximos dias publicaremos em nosso site mais informação do congresso, um resumo dos trabalhos e das resoluções votadas, fotos e filmagens e uma entrevista com os companheiros da LIT-QI.


 


Antecipamos a resolução votada por aclamação em solidariedade com os trabalhadores imigrantes de Rosarno [1].


 






[1] Após o Congresso, realizou-se uma reunião dos representantes das seções européias presentes que, entre coisas, aprovou uma declaração conjunta sobre estes fatos que pode lida neste site.