COMPARTILHAR

Vamos impulsionar e participar das mobilizações contra a repressão!

Por: Corrent Roig

No dia 21 de setembro, reuniram-se em Barcelona a esquerda sindical, coletivos sociais, partidos de esquerda e entidades soberanistas. Os sindicatos manifestaram sua disposição para convocar uma greve geral de 24 horas na primeira semana de outubro, com a justificativa da necessidade de responder à grave situação que a classe trabalhadora está sofrendo, em particular nas atuais circunstâncias. A CGT (Confederação Geral do Trabalho), a IAC (Intersindical Alternativa Catalunha) e a Intersindical-CSC (Confederação Sindical Catalã) apresentaram indicativos de greve entre o dia 2 até o dia 13 de outubro. Esta semana, com todas as organizações já posicionadas, será definido o dia da greve geral. Uma ampla maioria dos participantes da reunião se pronunciou claramente a favor da convocatória. Em relação à CCOO (Confederação Sindical de Comissões Operárias) e à UGT (União Geral dos Trabalhadores), que não participaram apesar de terem sido convidadas, exigiu-se que se somem à greve, pois é sua obrigação.

A Corrent Roig deu total apoio à convocatória, a qual comemoramos e nos somamos com todas as nossas forças. A greve geral é uma necessidade vital para derrotar a brutal ofensiva repressiva do Estado, que momentaneamente ganha força (já começaram as acusações por sedição e milhares de guardas civis e policiais nacionais estão preparados para intervir), e para garantir a vitória democrática. É essencial que a classe trabalhadora entre em cena já e faça isso com sua própria voz, assumindo plenamente a luta antirrepressiva e democrática e incorporando suas próprias reivindicações sociais.

Chamamos todos os coletivos, organizações e ativistas, todo mundo, a nos organizarmos já para construir a greve de baixo e a partir de agora. Como e com os universitários, que já estão em ação. A partir dos bairros, locais de trabalho, institutos, universidades e centros de assistência social, é necessário nos agruparmos, enquanto vamos respondendo à escalada repressiva do Estado!

Vamos construir a Greve Geral!

Fora as garras do Estado da Catalunha!

Somente lutando conseguiremos votar no referendo em 1º de outubro!

Tradução: Raquel Polla