COMPARTILHAR

Reproduzimos o apelo à solidariedade aos trabalhadores contratados da ASTI que estiveram em greve de fome, contra as condições de trabalho na planta em Gurgaon. Este apelo foi publicado pela organização

New Wave (BL) em seu site (http://newwavemaha.wordpress.com).

 

Um apelo de ASTI Theka Mazdoor Sangharsh Samiti, Manesar, Gurgaon



3 de Dezembro de 2014



Nós, os trabalhadores contratados da fábrica de produtos eletrônicos ASTI Eletrônica em IMT Manesar, Gurgaon, Índia estamos em greve desde 03 de novembro. E sete de nós entraram em greve de fome no dia de 25 de novembro, com nossas justas demandas contra a contratualização, demissões ilegais e exploração



Tivemos uma reunião tripartite com a administração e Ministério do Trabalho anteontem e ontem, 02 de dezembro. A direção da ASTI continuou com sua atitude anti-trabalhadores inflexível, e falou através dos empreiteiros na reunião. O DLC (subsecretário do Trabalho) de Gurgaon, JC Mann também falou em nome da administração, e nos disse que não há trabalho, por isso fomos demitidos. Nós não aceitamos seus falsos argumentos e dissemos que a maioria de nós trabalhou na fábrica durante os últimos 4-5 anos de forma contínua na linha de montagem. Devemos, sim, ser contratados permanentemente nos termo da lei. Além disso, o próprio contrato é um contrato simulado. Não houve acordo nas reuniões tripartidas, e o DLC em vez de nos apresentar alguma proposta concreta, já passou o caso para a ALC (Asst. Comissário do Trabalho) de Gurgaon.



Elementos anti-sociais instigados pela administração têm nos assediado, para informar que uma equipe de trabalhadores também se reuniu com o comissário de polícia de Gurgaon ontem. Mas não há medidas concretas tomadas pela polícia que não as barricadas do lado da administração em frente da fábrica.



A saúde de 5 mulheres e 2 trabalhadores do sexo masculino em greve de fome desde o dia 25 de novembro está se deteriorando, e corpos cetônicos foram encontrados nas amostras de sangue. Mas a administração de Gurgaon não enviou sequer um único médico ou qualquer assistência médica ao local da greve até a data. Uma equipe de trabalhadores da ASTI Theka Mazdoor Sangharsh Samiti também se reuniu com o Comissário Adjunto (DC) de Gurgaon para falar com a administração, para lembrá-los da sua responsabilidade, mas sem resultado.



Devemos nos encontrar com o DC de Gurgaon novamente amanhã 04 de dezembro, às 11h, e apelamos aos indivíduos e forças pró-trabalhadores a comparecerem em solidariedade, a essa reunião.



Estamos entusiasmados por termos recebido a solidariedade dos trabalhadores do cinturão industrial. Mas, no momento, continuamos com nossa luta em face de dificuldades graves geradas pelas aliança entre os anti-trabalhadores, gestão, administração e a polícia. Estamos diante de uma grave crise financeira, que está se tornando um obstáculo para sustentar nossa luta. Apelamos a todas as forças pró-trabalhadores e indivíduos para visitarem o site da nossa greve e também a contribuir financeiramente com a nossa luta.



Por favor, enviem suas contribuições para:



Raghuvendra Pratap

State Bank of India,

Sector 10A, Gurgaon Branch,

Account No. 34189662682

CIF No. 87673860011



Contato paramais detalhes: Shivani and Raghuvendra

(ASTI Theka Mazdoor Sangharsh Samiti):

09555671885; 9654553194, 9971735073