COMPARTILHAR

A Polícia de Buenos Aires, que cercava a fábrica desde a madrugada junto com as Forças Armadas, iniciou uma brutal repressão contra as trabalhadoras e os trabalhadores. Passando sobre os meios de comunicação que estavam no local, disparando balas de borracha e atirando gases, investiram contra as operárias que cuidavam da porta e os ativistas que acompanhavam a luta.

Por: PSTU – Argentina

Entre os que foram reprimidos estão operários de diversas fábricas que levavam sua solidariedade, netos de desaparecidos na ditadura e membros de organizações de Direitos Humanos. No total, há mais de 15 feridos e vários presos.

Macri, que apoia o fechamento fajuto da multinacional PepsiCo, e Vidal, que ordenou a repressão, têm que ser colocados para fora! Todos os setores que se dizem de oposição devem convocar imediatamente a greve geral e uma mobilização de repúdio à repressão covarde contra os trabalhadores que tentavam defender seus empregos.

Todo apoio à sua luta!

Chega de ajuste, pilhagem e repressão!

Fora Macri e Vidal!

Greve geral e plano de luta já!

Tradução: Raquel Polla