COMPARTILHAR

Não sei onde você está nem com quem está. No entanto, os juízes e promotores me mantêm preso porque você esta em liberdade.

Por: Daniel Ruiz

Eu quero lhe dizer (espero que você possa ler esta carta) que para mim é uma honra oferecer minha vida por você, porque você representa a rebelião dos trabalhadores.

Naquele 18 de dezembro, você, Arakaki, Dimas, os feridos da repressão, são os verdadeiros donos do 18D de 2017, apesar de muitos usurparem o nome quando não era fácil estar na linha de frente naquele dia.

Muitas coisas aconteceram, mas quero dizer que a partir daquele dia, o governo dos CEOS, Macri e Cambiemos entrou em crise, ao mesmo nível que a economia, a frustração de Macri é o produto das lutas operárias e populares, mas tudo nasceu no 18D e é por isso que não o perdoam e com isso a prisão e a perseguição.

Minha prisão tem como objetivo o castigo e eu sou um refém porque não podem te pegar, mas de conformam com pouco, estou orgulhoso que a luta dezembro 2017 tenha servido para começar a acabar com este governo e se pensam que me mantendo preso vão ser capaz de parar o inevitável, estão errados, aqui seguimos e com firmeza, também luto independentemente das grades e celas, de pé por cada reivindicação.

Eu sei, que assim como eu, você que estar em todas as lutas, na próxima greve geral, nas mobilizações dos estudantes e das mulheres.

Mas quero que saiba Sebastian, que você é o símbolo da resistência, da ação direta, do verdadeiro opositor de Macri que, junto com milhares de outros, resistiu às reformas do FMI e do imperialismo.

Leia também:  Daniel Ruiz: "Temos que derrotar o Estado capitalista”

Porque a tua figura é maior do que toda a campanha estatal contra você, porque só você pode fazer com que as pessoas como eu, ofereçamos nossas vidas para mantê-lo livre, e não está sozinho, há milhares de trabalhadores, jovens, aposentados que também estão dispostos a te ajudar, a todos eles peço e te peço que os convoque para se organizar, que o PSTU e a LIT abrem suas portas para continuar lutando na mesma organização.

Sua situação não é fácil, assim como hoje nada é fácil para toda família que sofre fome e miséria. Mas estou muito orgulhoso de você, porque este governo vai embora, e junto com ele vai Patricia Bullrich, que gosta de reprimir e matar pelas costas, mas não conseguiu encontrá-lo, e se eu tiver que ficar preso para que você esteja bem, farei isso! Porque eu sei que sua liberdade é a pior punição para o governo lacaio e antioperário de Cambiemos.

Aqui estou Sebastian, firme em Marcos Paz, de pé, lutando, mas também, com mais raiva do que antes e sei que a luta operária vai acertar as contas contra esses fantoches do FMI.

Macri vai embora e eu sei que em breve nos encontraremos novamente como na luta do dia 18 de dezembro.

Tranquilo Sebastian, que aqui nós continuamos firmes.

Viva o 18D!

Viva o PSTU e a LIT!

Às suas ordens sempre …

Daniel Ruiz

Penitenciária de Marcos Paz

21/05/2019