COMPARTILHAR

Neste 5 de setembro, às 11h30, foi realizada uma coletiva de imprensa pela liberdade de Daniel Ruiz na sede do Sindicato de Imprensa de Buenos Aires, SiPreBa. As organizações e personalidades presentes exigiram a liberdade imediata de Daniel Ruiz, militante e dirigente do PSTU-A, preso político do governo Macri por participar da mobilização contra a reforma da previdência em 18 de dezembro de 2017.

Por: PSTU-Argentina

Em 12 de setembro, Daniel Ruiz vai completar um ano dentro da penitenciária de Marco Paz e foram anunciadas as ações a serem realizadas nacional e internacionalmente até essa data.

Isabel Morales, líder do PSTU, abriu a coletiva de imprensa lembrando a companheira Graciela Rosemblum, recém-falecida, da Liga pelos Direitos do Homem, uma incansável e querida militante dos direitos humanos que fez parte da delegação que visitou Daniel Ruiz na penitenciária Marcos Paz e desde o primeiro dia exigiu sua liberdade.

Declarou que seu companheiro Daniel Ruiz está preso por enfrentar o ajuste Macri, que o momento que o país está passando é uma consequência desse brutal ajuste que está mostrando seu ponto alto na luta que os trabalhadores estatais de Chubut estão realizando há mais de 30 dias e hoje, no âmbito da greve nacional da Confederação dos Trabalhadores da Educação (CTERA) e do sindicato dos caminhoneiros de Chubut, que aderiu depois que a gangue da burocracia sindical de Ávila, tirou com violência os/as professores/as dos piquetes de rodovias.

Isabel Morales também expressou que o PSTU afirma que Arcioni tem que sair agora, Macri tem que sair agora, basta desse ajuste que significa mais fome e demissões para os trabalhadores. Esse governo tem que cair, exigimos a liberdade de nosso companheiro e queremos que parem de perseguir Sebastian Romero. Disse que, se não tiver uma resposta em breve, em relação ao seu pedido de libertação e uma rápida resposta sobre sua situação, Daniel Ruiz iniciará uma greve de fome e que no dia 12 de setembro haverá uma mobilização e ato em Buenos Aires às 11 horas na rua Callo esquina com a rua Corrientes que vai até o Obelisco. Além de manifestações no Brasil, Chile, Estado Espanhol, México, Portugal, Inglaterra, Bélgica, Costa Rica, Paraguai, Uruguai e em Rosário e Comodoro Rivadavia em nosso país.

Leia também:  Uruguai | #12S Liberdade imediata para Daniel Ruiz

O advogado de defesa Martín Alderete, do CADeP DDHH (Coordenadora Antirrepressiva pelos Direitos do Povo), disse que, até o momento, ainda não havia motivos legais para justificar a prisão de Daniel.

Cada companheiro e companheira presente neste dia expressa a força que tem nosso companheiro. Seu papel como militante e a importância da mobilização realizada em 18 de dezembro, data em que se colocou freio nas intenções do governo Macri e começou seu fracasso.

O conjunto dos presentes convocou o fortalecimento do ato na próxima quinta-feira, 12 de setembro, que será realizado às 11 horas no Obelisco, após uma passeata que sairá da Rua Corrientes esquina com a Rua Callao.

Estiveram presentes, entre outros: 

Nora Cortiñas – Madre de Plaza de Mayo Línea fundadora
Miriam Bregman – Leg.por C.A.B.A PTS – CEPRODH
Pablo Scallora – A.P.D.H
Ismael Jalil – CORREPI.
Beberly Keene – Diálogo 2000
Nicolás Caro Presi – MTE – CTEP
Carlos Lordkipanidse – Encuentro militante Cachito Fukman
Susana Ancarota – MULCS Movimiento de los Pueblos
Juan Carlos Giordano – Izquierda Socialista
Pablo Vasco – CADHU – MST
Luis Zamora – Autodeterminación y Libertad
Margarita Noia – CTA Autónoma Capital
/ Hnos de desaparecidos por la verdad y la justicia
Cesar Arakaki – Partido Obrero
Mariano Moreno – Pte. Centro de Est. De UNGS
Agustin Lecchi – Sec. De Org. SiPreBa
Laura Spinelli – Junta Interna ATE Cultura
Jorge Hospital – Lista Gris Ferroviaria
Juan Quiroz – Hagamos Lo Imposible
Adriana Vitale – Junta Int. ATE Trabajo Com. DDHH
Roberto Muñoz – Razón y Revolución.
José Peralta – CTA capital
Matías Lein – CTA capital
lucas Arakaki – ATE
Patricio Villani – Venceremos – ATE promoción social
Eduardo Belliboni – Polo Obrero
Julio Cortéz – Activemos
Razón y Revolución

Leia também:  Agora mais do que nunca: Liberdade imediata a Daniel Ruiz!

Tradução: Lena Souza