Na segunda-feira, 31 de maio, foi realizada uma manifestação unitária pela liberdade de Sebastian Romero às portas de Comodoro Py, em Comodoro Rivadavia, Mendoza e em breve em Rosário.

Por: PSTU-Argentina

A manifestação ocorreu um ano após a prisão injusta e mais de 3 anos de perseguição a Sebastián. Foi um dia nacional e internacional de luta, exigindo a liberdade e a absolvição de Daniel Ruiz e Cesar Arakaki.

Contamos com a presença qualitativa das irmãs de Sebastián que viajaram de Rosário, em nome de sua família, amigos e vizinhos. Além disso participaram do ato o MST, PO, PTS, IS, CS, Sipreba, MTE, Bloque Nacional Piquetero; MTR Votamos Lutar; MTR 12 de abril; Frente Popular Darío Santillán Corrente Plurinacional; PRML; MULCS; Tendência do Partido Operário; PSL; RyR; DO; FER, Ferroviários em Luta.

Acreditamos que este espaço de unidade de ação que se está construindo juntos é essencial para arrancar nossos/as companheiros/as lutadores/as das garras desta Justiça, que busca apenas dividir e intimidar aqueles que saem para lutar. Porque eles sabem muito bem que quando os povos se levantam, a classe dominante estremece. Exigir a liberdade de nossos/as detidos/as e perseguidos/as de luta é dever de todos aqueles que afirmam defender os direitos humanos e que estão deste lado. São eles ou nós!

Mesmo depois deste dia importante de luta, o Tribunal Oral Número 3 rejeitou mais uma vez o pedido de libertação de Sebastián da prisão. É mais do que nunca necessário continuar a campanha e redobrar os esforços.