ter set 27, 2022
terça-feira, setembro 27, 2022

Todo o apoio à greve por tempo indeterminado dos Metalúrgicos de Cádiz!

Com a negociação do acordo coletivo como causa, mais de 20 mil metalúrgicos da província de Cádiz entraram em greve por tempo indeterminado que já dura mais de uma semana. Lutam por um acordo digno, para que seja cumprido e por todos os abusos cometidos pela patronal nas últimas décadas. Há uma confluência de reivindicações de todos os trabalhadores de todos os ramos da indústria, como as demissões da Atlestis ou o fechamento da Airbus Puerto Real. Os trabalhadores estão dando uma lição às burocracias sindicais da CC.OO e da UGT, assustadas com o desenrolar da greve. A mídia não podia faltar, criminalizando os grevistas, criando mentiras como o bloqueio de ambulâncias por parte dos trabalhadores.

Por: Corriente Roja

As redes sociais estão inundadas com vídeos de declarações de solidariedade de metalúrgicos da Galiza e Argentina, dos trabalhadores da saúde do SAD, de grupos trans e da greve dos ascensoristas, só para citar alguns. Cádiz está cercando os metalúrgicos de forma solidária, como já vimos com os trabalhadores da saúde e com a greve estudantil convocada em seu apoio. A greve está se tornando a vanguarda da classe operária de Cádiz e pode servir de alavanca para todas as suas lutas, como aconteceu há poucos dias em A Mariña de Lugo, onde os operários de Vestas e Alcoa lideraram uma greve que incluiu reivindicações de infraestrutura e saúde, o que arrastou setores amplos da população.

As ruas já cantam, “à greve geral!”

Devemos denunciar o papel do governo de coalizão, ainda mais responsável, já que é o Estado é dono da Navantia e parte da Atlestis e da Airbus. Enrique Santiago, porta-voz da Izquierda Unida e secretário de Estado, pediu a confiança dos trabalhadores no governo. Longe de proteger o direito à greve, violado impunemente pelos patrões, no dia em que estas linhas foram escritas, a Delegação do Governo enviou tanques aos bairros operários de Puerto Real, o que desencadeou a revolta popular dos moradores. A guerra de classes se manifesta em toda a sua dureza e profundidade.

 

Confira nossos outros conteúdos

Artigos mais populares