sáb ago 13, 2022
sábado, agosto 13, 2022

Rechaçamos o pedido de impeachment contra Castillo

O Partido Socialista dos Trabalhadores (PST) rechaça o pedido de impeachment contra Pedro Castillo apresentada no dia 25 de novembro no Congresso Nacional, por iniciativa da deputada federal de Avança País, Patricia Chirinos, e que conta com o apoio das bancadas da Renovação Popular e da Força Popular.

Por: PST Peru

Esta moção expressa a vontade dos setores mais repugnantes da política burguesa, que querem se livrar de Pedro Castillo e de seu governo, a quem desprezam com um profundo ódio racista e de classe.

Isso, apesar de Castillo ter feito um esforço para demonstrar seu compromisso com a continuidade do plano econômico neoliberal:

  • Apresentou um orçamento geral da República para 2022 que mantém intacta a austeridade fiscal exigida pelo imperialismo.
  • Garantiu repetidas vezes que dará estabilidade aos investimentos.
  • Manteve Julio Velarde no BCR (Banco Central de Reserva) conforme exigido pelo patronal.

O que deve chamar a atenção da classe trabalhadora e do povo é que, ainda neste momento, Castillo mantém uma postura de negociação com esses mesmos partidos que pedem seu impeachment, como mostra a aprovação por indiscutível maioria do orçamento de 2022, hoje no Congresso.

Renuncia a enfrentar dita intentona nas ruas, e tomando medidas contra aqueles que promovem o impeachment.

O PST reitera que a única forma de enfrentar esses setores é tomando medidas que enfraqueçam seu poder econômico e fortaleça ao povo trabalhador para rejeitar nas ruas aqueles que pretendem derrubar o governo.

Por isso demandamos de Castillo que, além de ilegalizar a Renovação Popular, a Força Popular e o Avança País (os partidos que agitam o impeachment), nacionalize os recursos naturais, decrete um aumento geral de salários e aposentadorias para que ninguém ganhe menos de 1500 soles, e convoque imediatamente uma Assembleia Constituinte com a participação direta das organizações operárias e populares que tome nas mãos o governo e defina o futuro do país.

Da mesma forma, reiteramos nossa disposição de nos colocar na linha de frente do combate aos setores reacionários de direita que vêm agitando o impeachment, para além de manter nossas divergências com seu governo.

ABAIXO A INTENTONA DA DIREITA REACIONÁRIA!

Confira nossos outros conteúdos

Artigos mais populares