COMPARTILHAR

Que o SMATA convoque assembleias e greve para impedir as suspensões!

Por: PSTU – Argentina

A situação a que os trabalhadores da indústria automotiva estão sujeitos é alarmante. Para as multinacionais produtoras de automóveis não foram suficientes as centenas de demissões e as leis votadas a seu favor, que as beneficiam deixando de pagar impostos nacionais. Agora aproveitam este momento em que os empresários e o governo de Mauricio Macri estão atacando e deixando milhares de trabalhadores sem emprego. A GM suspende 350 trabalhadores e a Volkswagen, 600. Não podemos permitir isso. Além de corrermos o risco de sermos suspensos, por trás da cada suspensão vai haver uma demissão. Qualquer um pode ser atingido.

Não vamos deixar que eles decidam o nosso futuro e de nossa família! Agora todos os trabalhadores têm que estar unidos e não podem permitir que suspendam ninguém! TODOS JUNTOS!

Devemos exigir da comissão de delegados e do SMATA [Sindicato dos Mecânicos e Afins do Transporte Automotor] que unifiquem a luta, garantindo transporte para a Marcha do dia 7 de março da CGT-CTA em Buenos Aires para levar nossa reivindicação a todos os trabalhadores do país.

NENHUMA SUSPENSÃO!

NENHUMA DEMISSÃO!

REDUÇÃO DA JORNADA SEM REDUÇÃO DOS SALÁRIOS!

ASSEMBLEIA GERAL JÁ!

Publicamos o abaixo-assinado de apoio aos companheiros suspensos e contra as demissões. As assinaturas devem ser enviadas para: litci@terra.com.br

Nós, abaixo-assinados, nos solidarizamos com a reivindicação dos trabalhadores da GM em relação ao seu repúdio à ata de acordo entre a empresa GM e o SMATA, que coloca 350 famílias na rua.

Exigimos a suspensão da ata de acordo ilegal e a reincorporação imediata de todos os suspensos.

 

NOME E SOBRENOME

ASSINATURA ORGANIZAÇÃO OU CARGO
     
     
     

 

Tradução: Rosangela Botelho