COMPARTILHAR

Acaba de ser publicada a 16a edição da revista Correio Internacional dedicada à situação dos Estados Unidos depois da eleição de Donald Trump. Neste número, além das tradicionais edições em espanhol e português, publicamos também uma edição em inglês.

O artigo de abertura analisa as razões desse resultado eleitoral com base nos processos socioeconômicos e políticos centrais dos últimos anos e aborda o debate com a grande maioria da esquerda, que considera ser resultado do “giro reacionário” que se vive no mundo e que o aprofundará. Outros artigos fazem um balanço dos governos de Obama e analisam as razões profundas da política imperialista que chamamos de “reação democrática”.

Há também artigos do economista marxista britânico Michael Roberts sobre a situação econômica do país e as profundas contradições das propostas apresentadas por Trump em sua campanha eleitoral.

Outra seção da revista é dedicada à análise da situação dos diversos setores do movimento de massas (movimento sindical, latinos, negros e mulheres), suas perspectivas de luta e diversas propostas para impulsionar essas lutas.

Finalmente, incluímos um artigo de opinião sobre as causas estruturais do fenômeno que denominamos “nacionalismo imperialista”, de crescente peso político na Europa e nos Estados Unidos.