Boletim Eletrônico



Manifesto de intelectuais palestinos de apoio à revolução síria: Não em nosso nome! PDF Imprimir E-mail
SÍRIA
Escrito por Al Thawra   
Sáb, 24 de Março de 2012 19:21
Como escritores palestinos e signatários dessa declaração, é uma honra nos apresentarmos à União de Escritores Sírios, recentemente formada pelos escritores e intelectuais sírios livres, os quais levantam-se junto ao povo à medida que sobem as escadas da liberdade, a qual vem sendo manchada com sangue pelas mãos dos tiranos.
 
O estabelecimento da União de Escritores Sírios constitui um pilar essencial da revolução síria e põe o verdadeiro intelectual no seu lugar de direito, ao lado do povo, como parceiro efetivo ao construir uma nova Síria livre do autoritarismo dinástico - um sistema diverso, democrático, civil, baseado nos direitos do cidadão, de modo a abraçar a liberdade de expressão e criação, um sistema incapaz de falsear o livre arbítrio do intelectual sírio através de estruturas vazias que apropriam os potenciais de cultura, usurpam o papel do intelectual e falseiam sua vontade, sempre a serviço dos tiranos e seus aparatos.
 
Agora mais do que nunca, a Síria precisa de uma voz madura que discurse a partir de seu coração, uma voz que fortaleça a unidade nacional e proveja força da diversidade e riqueza da sociedade síria, a qual servirá como base para construir a democracia.
 
Recentemente ouvimos um representante do regime sírio no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) usar da causa palestina e de seu curso doloroso e honroso como pretexto para os aterrorizantes crimes do regime na Síria. Dizemos ao regime sírio e seus representantes: não em nosso nome, tampouco no nome da Palestina, esses crimes serão cometidos em nossa amada Síria, oh, assassinos.
 

Não façam da nossa justa causa uma máscara   para   seus   crimes   desumanos contra nossos irmãos e irmãs sírios. Foi o povo sírio que historicamente adotou nossa causa e sacrificou mártires pelo seu intento, não seu regime, do qual temos dolorosas memórias. Jamais esqueceremos seu papel no massacre de Tel Al-Zaatar em 1976, nem sua terrível investida no campo de Nahr al Bared, próximo a Trípoli, em 1983, ou o cerco aos campos de Beirute em 1985, ou quaisquer outros atos que vêm amargamente enfraquecendo a unidade nacional palestina. Não usem o nome da Palestina, pois esse já não é seu cartão de visita.
 
Uma Síria unida, livre e democrática é do que necessita a Palestina, e essa é a Síria que está nascendo hoje, do ventre de uma revolução sangrenta inflamada por um povo grandioso. Nós estamos confiantes de que o nome da Palestina permanecerá no coração desse corajoso povo revolucionário e de sua elite cultural.
 
Mourid Barghouti (poeta e escritor)
Taher Riyad (poeta)
Ghassan Zaqtan (poeta)
Zuhair Abu Shayib (poeta)
Azmi Bishara (intelectual)
Mahmoud Ar-Rimawi (escritor)
Ma’an al-Biyari (escritor e jornalista)
Youssef Abu Laouz (poeta)
Najwan Darwish (poeta)
Rub’i al-Madhoun (novelista)
Adel Bishtawi (escritor, novelista e pesquisador)
Antoine Shalhat (escritor e crítico)
Fakhri Salih (crítico)
Hussein Shaweesh (escritor)
Huzama Habayeb (escritor e novelista)
Nasr Jamil Shaath (poeta)
Ahmed Abu Matar (acadêmico, crítico, pesquisador e ativista)
Mohammad Khalil (escritor)
Youssef Abdel Aziz (poeta)
Moussa Barhouma (escritor)
Issa Ash-Shu’aibi (escritor)
Moussa Hawamdeh (poeta)
Na’il Balaawi (poeta)
Khalil Qandeel (escritor)
Ghazi at-Theeba (poeta)
Wissam Joubran (poeta e músico)
Omar Shabana (poeta)
Qusai al-Labadi (poeta)
Ali al-Aamari (poeta)
Jihad Hudeib (poeta)
Ziad Khaddash (escritor)
Nasr Rabah (poeta)
Bassem Al Nabrees (poeta e escritor)
Raji Bathish (escritor)
Shaher Khadra (poeta)
Raed Wahish (poeta)
Asma Azaiza (poeta)
Mahmoud Abu Hashhash (poeta)
Khodr Mahjaz (novelista, poeta, pesquisador e crítico acadêmico)
Bassel Abu Hamda (escritor)
Ibrahim Jaber Ibrahim (escritor)
Abdullah Abu Bakr (poeta)
Osama al-Rantisi (escritor)
Issam As-Saadi (poeta)
Khalid Juma (poeta)
Naim al-Khatib (escritor)
Akram Abu Samra (poeta)
Hanin Juma Takrouri (escritor)
Najwa Chamoun (poeta)
Mohamad As-Salimi (poeta)
Hani As-Salimi (novelista)
Bilal Salameh (poeta)
Osama Abu Awad (escritor)
Jaber Sha’at (poeta)
Youssef al-Qadra (poeta)
Nesma al-Aklouk (escritor)
Othman Hussein (poeta)
Rizk al-Biyari (poeta)
Yasser al-Wiqaad (poeta)
Subhi Hamdan (escritor)
Imad Mohsen (escritor)
Leila Violet (poeta)
Tayseer Muheisen (escritor, crítico e ativista político)
Fayez As-Sirsawi (artista visual e poeta)
Rajab Abu Sirriyeh (escritor)
Fuad Hamada (crítico acadêmico, pesquisador e ativista político)
Mai Nayif (crítica acadêmica, pesquisadora e feminista)
Yusri Al-Ghul (escritor e crítico)
Hussein Abu An-Najja (escritor e pesquisador acadêmico)
Nasr Aliwa (novelista e crítico)
Abdel Karim Aliyan (escritor e pesquisador educacional)
Walaa Tamraz (pesquisador e escritor político)
Omar Sha’aban (escritor e pesquisador)
Hassan Mai (escritor e crítico acadêmico)
Ma’an Samara (poeta e jornalista)
Mohamad Hassouna (acadêmico e crítico)
Aoun Abu Safia (novelista)
Atif Hamada (poeta e crítico acadêmico)
Ghiath al-Madhoun (poeta)
Rajaa Ghanem (poeta)
Tariq al-Karmi (poeta)
Ahmed al-Ashqar (poeta)
Ali Abu Khitab (poeta e escritor)
Dunia al-Amal Ismail (poeta)
Isra Kalash (escritor)
Moussa Abu Karash (poeta e escritor)
Abdel Fitah Shihada (poeta e novelista)
Yasser Abu Jalala (poeta e artista visual)
Khalil Hassouna (poeta e novelista)
Muheeb al-Barghouti (poeta)
Abdel Nasr Aamer (poeta e artista visual)
Nidal al-Hamarna (escritor)
Ashraf Amro (escritor)
Asma Nasr Abu Ayyesh (escritor e jornalista)
Maya Abu al-Hiyaat (escritor)
Zeinat Abu Shaweesh (escritor)
Suzanne Salameh (poeta)
 
Fonte: Boletim "Al Thawra" (A Revolução)

rssfeed
Email Drucken Favoriten Twitter Facebook Myspace Stumbleupon Digg MR. Wong Technorati aol blogger google reddit YahooWebSzenario