Declarações

Trump e Israel, tirem as mãos de Jerusalém!

Donald Trump acaba de tornar clara a real posição do imperialismo norte-americano ao declarar vigente o reconhecimento a Jerusalém como capital do Estado sionista...

Diante da fraude eleitoral em Honduras, Paralisação Popular e Nacional

Declaração dos Partidos Centro-americanos da Liga Internacional dos Trabalhadores diante da grave crise política em Honduras. Como centro-americanos, acompanhamos de perto o desenvolvimento da campanha...

No dia 25 de novembro: unir mulheres e homens trabalhadores pelo fim da violência machista e da exploração capitalista!

O próximo dia 25 de novembro é o Dia Internacional de Não Violência às Mulheres. A data foi instituída pela ONU para alertar sobre...

Rechaçamos o brutal ataque em Las Vegas

Rechaçamos o brutal atentado em Las Vegas, que, até agora, causou ao menos 58 mortes e 515 feridos. As imagens de pessoas horrorizadas e...

Trump, tire as mãos da Venezuela!

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que não descarta a “opção militar” na Venezuela para resolver a crise no país. Trata-se de uma...

Aonde vai a Venezuela?

A crise política venezuelana divide águas em toda a esquerda latino-americana e mundial. A maior parte da esquerda reformista se alinhou com o governo...

Nosso repúdio ao atentado selvagem no Manchester Arena

A LIT-QI repudia da maneira mais enérgica o brutal atentado no Manchester Arena, especialmente repugnante por ser dirigido contra uma massa de adolescentes, incluindo...

Declaração da LIT-QI sobre a resolução do MAIS, datada de 14/02/2017

1- A direção do MAIS nos enviou uma resolução na qual declara que “existe uma ruptura de fato entre o MAIS e a LIT-QI”....

Declaração da LIT-QI sobre o segundo turno das eleições presidenciais francesas

"Nem pátria (Le Pen), nem patrão (Macron)" O ex-banqueiro e ex-ministro de Hollande, Macron, obteve uma vitória apertada no primeiro turno das eleições presidenciais francesas,...

Manifesto da LIT-QI sobre o 1º de maio

1- O 1º de maio é um dia internacional de luta da classe operária, e não um dia de festa. Não se pode festejar...